A satisfação no trabalho

Você já parou para pensar quantos dias e horas da nossa vida nos dedicamos ao trabalho? São muitas horas, certamente.





O trabalho pode ser formal ou não, como no

caso das donas de casa. Mas são atividades em sua essência, portanto, trabalho também.


Qual a sua opinião sobre a importância da atividade que escolheu exercer?


Sua profissão te exige mais ou menos? De forma a ocupar sua vivência total, parcial ou sem nenhuma importância?


Quanto você se entrega ao seu trabalho diz muito sobre você. Por exemplo, os níveis de estresse que acumula, e os modos de lidar com as exigências. Elas vem de todos os lados, especialmente se ocupas uma posição de média a alta liderança. Por outro lado, não ter espaço de desafios também é uma fonte de insatisfação.


O sofrimento no trabalho costuma ser bastante negligenciado. Talvez por termos a tendência de nos entregar e não saber colocar nossos pontos de vista, frente a tantas incógnitas que rondam está pauta especial.




Fica um questionamento: de segunda a sexta, você é um, e no final de semana é outro? Quais os pedaços estão faltando que não permitem um encaixe?


Hoje o abraço vai ser mais caloroso que o de costume. Sinta-o bem quentinho.


Dr. Diogo Lacerda

Psicólogo e Psicanalista

(11)98784-3952

8 visualizações0 comentário

© 2020 por Fox Headhunters - CNPJ 36495344/0001-66 - Av. Itinguçu, 1589 - Penha - São Paulo/SP